Escolha uma Página

O que dizer sobre sintomas?

A vida nos condiciona de certa forma sentir, perceber o que o outro quer nos dizer, mas quando não entendemos? Para onde os nossos sentimentos depositam será que é realmente no nosso corpo?

A psicanálise conceitua o sintoma como a expressão somática deste afeto (Conversão), o estado psíquico para o físico.

Em vez de sentir existe a conversão, na histeria pode ocorrer uma paralisação do corpo ou uma tosse nervosa.

Procrastinação livra de uma coisa e arruma outro motivo.

A simplicidade de como Freud trouxe estas explicações culmina nas defesas.

Os sintomas descarregam este afeto, nem tudo fica no inconsciente, joga-se fora.

O método psicanalítico permite a pessoa, o homem, a mulher ficar à vontade, quer dizer, a associação é livre, a atenção é flutuante (encontrar vestígios dentro do manifesto) e a interpretação é explicitar um sentido que porventura está obscuro e tornar claro.