Escolha uma Página

Imagina alguém do seu lado falando sem parar. Imaginou? Como você se sente?

Talvez as respostas seriam: é uma pessoa chata, sem noção, mal-educada, sanguessuga ou até mesmo doente.

Algumas definições mais apropriadas podem estar ligadas à algum transtorno. Mas quais deles? Talvez do humor, mania, depressão ou a bipolaridade.

O verborrágico não se adapta ao diálogo, se contenta com um ouvinte apenas.

O problema é que muitas vezes o outro não está preparado para a avalanche de palavras causando, portanto, um prejuízo social.

Em uma relação o diálogo é fundamental para haver uma escuta um do outro, por exemplo, em um casamento se houver apenas um lado que fala o tempo inteiro e o outro é apenas ouvinte, é fato, que não há interação.

O falar é dar o significado do mundo, o maior problema é o outro não entender a ressignificação emitida, e o receptor possuir outros significados.