Escolha uma Página

Como existir no mundo e não ser julgado?
Nos primórdios do mundo, não existia lei e nem regras para nortear a vida, o que a história mostra é que era cada um por si e isto causou muitos transtornos e dizimou muitos indivíduos.
Atualmente existe uma preocupação mais evidente em relação à saúde mental, pois é a partir dela que as relações melhoram.
Mas para nos relacionarmos há um grande problema, porque na maioria das vezes a aproximação um dos outros proporciona intimidade, que muitas vezes faz diminuir o respeito, os julgamentos aparecem como críticas e junto disto a liberdade emperra criando o medo e o isolamento.
Em razão deste imbróglio a consequência é a morte de grupos, de instituições como um casamento, por exemplo, ou a perda de um emprego ou ainda confusões com um sócio instalando, portanto, a ansiedade que acompanhada de desespero deixa o indivíduo perdido, sem perspectivas e ainda com comportamento explosivo, se defendendo de tudo e de todos. Normalmente se estes indivíduos não recebem apoio familiar, psicológico e compreensão, é fato, que se afundam e adquirem outras doenças psicológicas e psiquiátricas causando ainda mais transtornos para si e para quem está próximo.
A ajuda de um profissional qualificado para escutar o ansioso, ainda é o melhor remédio, pois a partir da fala que se nomeia o que sente, sem o devido cuidado o corpo não suporta e explode.