Escolha uma Página

Criança significa menino ou menina que está no período da infância, entre o nascimento e a puberdade.

Uma criança é um ser humano que ainda não chegou à fase da puberdade. É, portanto, uma pessoa que está na infância e que ainda tem poucos anos de vida.

Mas nem sempre foi assim, “A criança era vista como um adulto em miniatura e, por isso, trabalhava nos mesmos locais, usava as mesmas roupas, era tratada da mesma forma que o adulto”. (www.portaleducação.com.br).

Sob a pressão das tendências reformadoras da Igreja, a criança começou a ser valorizada. Por meio da arte, da iconografia (arte de representar imagens) e da religião (no culto dos mortos), passou-se admitir a existência de uma personalidade e o sentido poético e familiar atribuído à particularidade da criança (ARIES, 1981).

Portanto, criança, arte e igreja teve fundamental importância para a democracia, em contribuir principalmente no direito à criança e a livre expressão.

Motivar é acrescentar, estimular o outro a acreditar naquilo que deseja, almejar um objetivo.

Motivar é acreditar na sua verdade, estudar aquilo que quer, não esmorecer, viver com raridade.

Motivar é planejar, sentir o abstrato como real.

Motivar é trabalhar aquilo que o outro também poderá aproveitar.

Motivar é ser autêntico, não com desrespeito, autenticidade não é de maneira alguma ser grosseiro, mal-educado, é mostrar algo com delicadeza.

Motivar é apresentar desafios que o outro poderá cumprir, não colocar metas que o outro se sinta humilhado por não alcançar o objetivo.

Motivar é estimular o outro a pensar e realizar através de problemas que haja um resultado.

A comunicação é a motivação, por isto, falar para o outro aquilo que é de confiança haverá mudanças.

Dia após dia, os brasileiros são bombardeados com notícias reiterando aquilo que, ora por puro hábito, ora por honesto desespero, já repetem pelas ruas: o cenário político nacional está tomado pela corrupção. Cada nova denúncia parece ser rapidamente monetarizada em benefício político para algum dos partidos, ao ponto em que as condenações nos recordam a expressão “tampar o sol com a peneira”.

Sem sombra de dúvida integramos uma sociedade em que a defesa de determinados direitos básicos da população enfrenta como obstáculo uma classe política composta de seres humanos sem qualquer remorso de roubar frente a desigualdade a que a maioria está entregue. Analisando o perfil de dois dos políticos que tiverem seus nomes mencionados em denúncias de corrupção, algumas reflexões podem ser feitas do ponto de vista psicológico.

Lula e Aécio

Lula: Sua história é a de um sujeito pobre, de família extensa, analfabeto, torneiro mecânico, e que trabalhou como metalúrgico, sindicalista e que se tornou Presidente da república brasileira.

Aécio: Um sujeito privilegiado, de família rica, neto de um político importante, quando adulto se formou em Economia e atualmente é senador da república brasileira.

Pessoas de origem humilde definem valores de maneira diferente das pessoas de origem mais abastada. De um lado, a escassez pode gerar a ideia de que dinheiro não traz felicidade, portanto, mesmo sem dinheiro, é possível ser feliz utilizando-se de valores como amizade, por exemplo. Do outro, o apego ao dinheiro e a convivência harmoniosa com o conforto pode gerar a ideia de que sem dinheiro não é possível ser feliz, ou seja, o dinheiro traz felicidade, amizade, conforto e, afirmam, se houver mais dinheiro do que o necessário, valores como filantropia e voluntariado podem ser praticados.

A pergunta mais difícil, introduzindo a psicanálise:

Como foi elaborada a infância destes líderes, isto é, quais terão sido as frustrações, o que faltou e ainda falta?

A infância e o início da adolescência são o início daquilo que desenvolveremos e promoveremos no nosso modo de ser-no-mundo através da escola, família e convívio na sociedade.

Quais os pontos importantes para refletirmos nas atitudes de formação de valores de um indivíduo?

Outra máxima que se repete Brasil afora também parece ser real: a educação tem poder

Ilutração por Laion Pessôa Sobrinho

A depressão é uma doença adquirida ou se instala ao longo da vida?

A depressão é um grande transtorno moderno no que diz a respeito à saúde mental. É, segundo Nedley (In Revista Vida e Saúde, 2009, p. 10), causada por um distresse mental. Distresse é o estresse prejudicial ou desagradável e estresse é o estado de ansiedade, medo, preocupação ou agitação com resultados psicológicos negativos e doloridos. Uma definição, segundo Cembrowick e Kingham (2003), foi dada por Sir Audrey Lewis nos anos 50, ele diz que as pessoas deprimidas ficam tristes e doentes com sua tristeza.

Conforme Cembrowick e Kingham (IBIDEM, p. 26 e 27) existem alguns tipos de depressão, tais como:

Primaria e secundária: primária significa que a doença se desenvolveu por si só, secundária é quando a depressão é causada por outra doença.

Depressão neurótica e depressão psicótica: a neurótica significa que não importa o quanto está doente a pessoa está sempre em contato com a realidade, já a psicótica a pessoa perde o contato com a realidade, ou suas crenças podem variar da normalidade do indivíduo.

Depressão endógena e exógena: essa terminologia é pouco usada, mas endógena refere-se à depressão que vem de dentro, sem uma causa obvia, já a exógena quando a doença aparece em função de um evento estressante, como a morte de um ente.

Transtorno afetivo unipolar e bipolar: depressão unipolar significa uma doença depressiva que aconteceu em uma pessoa que experimenta tanto o humor normal como o deprimido. Bipolar, por outro lado, é quando a pessoa experimenta em diferentes momentos humor normal, deprimido e alto ou alvoroçado.

Há algumas pessoas que detestam a solidão, sensação de abandono e infelicidade. Dependendo do estado de espírito, esses sentimentos podem produzir melancolia e medo. Sentimentos de impotência perante as situações e sentimento de perda são as causas mais frequentes e marcantes da depressão. Tudo isso depende da escala de valores que atribuímos às coisas. Se perdemos algo que consideramos essencial ou importante, podemos manifestar ou não a depressão.

Como Curar a Depressão?

Algumas formas de tratamento têm o papel muito importante por ajudar a reduzir o desagrado da doença e acelerar a recuperação, tais como: a psicoterapia e a farmacologia. (CEMBROWICK e KINGHAM, 2003)

Ilutração por Laion Pessôa Sobrinho

Não faz muito tempo foi publicado nos jornais o relato de uma violência contra um morador de rua em razão desta pessoa não acatar uma ordem. Agora, quem deu essa ordem?

Se nos dispomos a pensar que sempre existem dois lados, o do abusado e do abusador, pensemos também que existe aquilo chamado do “dito pelo não dito”. Neste caso, as imagens revelam de modo insano a atitude do agressor. Por outro lado, como estar nestes lugares?

Vamos pensar um pouco sobre o morador de rua com exemplos. Na rua onde moro há um senhor, aparentemente com mais de 60 anos, que neste momento em que escrevo este texto está embaixo de chuva. Alguns meses atrás, fui conversar com ele para indicar um abrigo, e ele respondeu que prefere ficar na rua e acrescentou: “não bebo e nem fumo, todos me conhecem” e o mais incrível é o cuidado que ele tem com o seu espaço, varre, conserta as coisas que ganha, possui inclusive um carrinho de supermercado.

Por outro lado, os agentes que trabalham na rua, como policiais, guardas metropolitanos, agentes de saúde, camelôs, vendedores e outros não estão em situações semelhantes?

Há um texto interessante na internet, explicando dois grupos que vivem na rua e outro da rua:

– O Circuito Inferior, segundo Santos, é composto por “.. .atividades de pequena escala, servindo à população pobre. Está profundamente implantado dentro da cidade.” Abrange “…pequenas fábricas, pequeno comércio, incluindo vendedores ambulantes, atividades de consertos, serviços, biscateiros, prostitutas e outras atividades classificadas como anti-sociais ou tipicamente ilegais…”(17,p. 49)

Já o Circuito Superior é composto nos países periféricos pelos monopólios ligados diretamente aos países centrais, com implantação de alta tecnologia e acumulação de capital. Inclui “…bancos, comércio de exportação e importação, indústria urbana moderna, comércio e serviço modernos, bem como comércio atacadista e transportes”. (17, p. 39) Analisado por Jorge Broide

Enfim, o abuso tem um significado de dor tanto física como psicológica, não importa a idade.

Ilustração por Laion Pessôa Sobrinho

“Você é caloteiro, e o outro responde vagabundo…e assim é a relação interpessoal dos representantes do povo.”

Essas pérolas foram proferidas em um debate entre os deputados, que nem vale a pena citar os nomes.

Pois bem, vamos procurar definir através do dicionário o que significa estas palavras:

Caloteiro significa segundo o dicionário Aurélio Aquele que caloteia, que não paga o que deve.
2 – Mau pagador.
Vagabundo significa segundo o dicionário Aurélio 2 – Andar de terra em terra sem fim determinado.
3 – VAGABUNDAR
A ideia deste tema é apresentar as palavras ditas, ou de fato, revelar o que o outro é ou pode ser com as suas atitudes

A psicose começa quando o sujeito se relaciona com objetos e coisas que não existem no aspecto real, isto é, podem mudar seus pensamentos, atitudes, convicções em nome de ideias absurdas ou ilógicas para o mundo, no mesmo passo que a realidade clara e patente significa pouco ou nada para o paciente.

Um dos sintomas principais desses pacientes é o delírio, de modo que esse comportamento se configura como uma convicção incompreensível e inabalável diante de alguma situação rotineira que pode ser ampliada ou distorcida de acordo com a visão do psicótico, outros sintomas podem ser alucinações, discurso desorganizado, comportamento desorganizado.

Perguntei para o meu filho de 12 anos o que significa a palavra psicológica e respondeu prontamente a lógica do cérebro.

As palavras são os símbolos daquilo que nos rodeiam, do grupo que você escolheu, os menos experientes usam as palavras sem muito critério, pois acreditam piamente que estão certos, e este comportamento causa transtornos normalmente para o outro.

Voltaire, um grande filosofo deixou escrito “ Nunca deveis utilizar uma palavra nova, a não ser que ela tenha estas três qualidades: ser necessária, inteligível e sonora”.

Mas, quando as palavras precisam ser ditas e o receptor não está preparado para ouvir, a sugestão é procurar um profissional que interprete de forma técnica, pois de outra forma como uma simples conversa com um amigo ou familiar a possibilidade de um conflito é fatal.

As brincadeiras começam na infância e sempre acoplada em alguém como os pais, tios, avós e outros. A partir daí que os modelos serão de alguma forma eternos no seu modo de viver.

Pensando em carnaval e fantasia, será que a qual foi escolhida tem a ver com o que gostaríamos de ser, somos, ou de fato, foram os modelos estabelecidos na infância?